COLESTEROL E TRIGLICÉRIDES DEVEM SER CORRIGIDOS

MAMÃE OBESA

4 de julho de 2011

ENDOCRINOLOGIA - NEUROENDOCRINOLOGIA : OVÁRIO POLICISTICO;HORMÔNIO; ACNE;


ALTO RISCO DE DOENÇA HEPÁTICA EM MULHERES COM SÍNDROME DE OVÁRIO POLICÍSTICO (SÍNDROME DE OVÁRIO MICROPOLICÍSTICO) E PODE ESTAR ASSOCIADO A SÍNDROME PRÉ MENSTRUAL, EM MAIOR INTENSIDADE.


É muito mais comum do que se pensa, pois a síndrome pre menstrual, esta intimamente ligada a acne, TPM, depressão e outros sintomas sérios. Uma em cada 4 mulheres com síndrome de ovário policístico (síndrome de ovário MICROPOLICÍSTICO) (SOP/SOMP) pode apresentar a forma mais grave de uma doença hepática não alcoólica, a esteato hepatite. Além disto, a medição dos níveis de enzimas do fígado pode falhar para detectar danos no fígado, uma vez que está associada à resistência à insulina e à síndrome metabólica, é o tipo mais comum de doença hepática. A resistência à insulina é uma característica fundamental da síndrome de ovário policístico (síndrome de ovário MICROPOLICÍSTICO (SOP/SOMP) e, como conseqüência as mulheres com síndrome de ovário policístico (síndrome de ovário MICROPOLICÍSTICO) (SOP/SOMP) têm um risco aumentado da forma mais grave de doença hepática não alcoólica.
Apesar da forma mais grave de doença hepática não alcoólica não necessariamente afetar a função hepática, a progressão da esteato hepatite não alcoólica aumenta significativamente o risco de cirrose. Sua prevalência entre as mulheres com síndrome de ovário policístico (síndrome de ovário MICROPOLICÍSTICO) (SOP/SOMP) é difícil determinar, porque a biópsia do fígado é um procedimento invasivo mas é a única maneira definitiva, de distinguir a forma mais grave de doença hepática não alcoólica de outras formas de doença hepática, apesar de níveis persistentemente elevados de enzimas hepáticas, como a alanina aminotransferase e aspartato aminotransferase podem ser usados para indicar os danos do hepatócito (célula do fígado) e a necessidade de se fazer biópsia hepática.

AUTORES PROSPECTIVOS

Dr João Santos Caio Jr
Endocrinologista - Neuroendocrinologista
CRM: 20611

Dra Henriqueta V.Caio
Endocrinologia - Medicina Interna
CRM 28930

Como Saber Mais:
1. Ovário policístico pode causar acne...como saber mais.
http://drcaiojr.site.med.br/index.asp?PageName=Ov-E1rios-20Policistico

2. Ovário policístico pode causar sindrome de tensão pré menstrual...como saber mais.
http://drcaiojr.site.med.br/index.asp?PageName=Ov-E1rios-20Policistico

3.Quem tem acne pode estar relacionado com a síndrome do ovário policístico...como saber mais.
http://drcaiojr.site.med.br/index.asp?PageName=Ov-E1rios-20Policistico


Referências Bibliográficas:
1.Short,R.V.,Ovarian steroid synthesis and secretion in vivo.
2.Edwards,R.G., Follicular fluid, J Reprod Fertil.








Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11)7717-1257
ID:111*101625
Rua:Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
Emails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com


Site Van Der Haagen Brazil

1 de julho de 2011

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: A PATOGÊNESE (FORMAÇÃO) DA ACNE VULGAR


É MULTIFATORIAL E O FATOR CHAVE É A GENÉTICA, NO ENTANTO, SIMILAR A OUTRAS CONDIÇÕES GENÉTICAS, NEM TODAS AS FAMÍLIAS TERÃO O MESMO PADRÃO, COM ACNE VULGAR, POR VEZES, CHEGA A PULAR GERAÇÕES.


A acne é uma doença freqüente, autolimitada, multifatorial, que acomete os folículos sebáceos e geralmente se inicia na adolescência. As lesões podem surgir já na idade de oito a 10 anos nos rapazes e nas meninas até um ano antes da menarca. A patogênese (formação) da acne vulgar é multifatorial. O fator chave é a genética. Se ambos os pais tiveram acne, 3 de 4 crianças terão acne. Se um pai teve acne, então 1 de 4 das crianças terão acne. No entanto, similar a outras condições genéticas, nem todas as famílias terão o mesmo padrão, com acne vulgar, por vezes, chega a pular gerações. 
O que é herdado é a propensão para a hiperproliferação epidérmica folicular (aumento do número das células do folículo sebáceo) com posterior entupimento do folículo. Dentre os fatores agravantes temos o excesso de sebo, a presença e a atividade do Propionibacterium acnes, e inflamação. Retenção de hiperqueratose (Forma de proliferação das células queratinizadas que se observa em casos de acne, que produz a obstrução do orifício folicular e a formação do comedo) é o primeiro evento reconhecido no desenvolvimento da acne vulgaris. A causa exata subjacente a este hiperproliferação não é conhecido. Atualmente, três hipóteses principais foram propostas para explicar por que o epitélio folicular produz células em uma taxa rápida que é retida em indivíduos com acne. Primeiro hormônios andrógenos têm sido implicados como o gatilho inicial. Comedões, são as lesões clínicas que resultam do tamponamento folicular, começam a aparecer em torno de adrenarca (adrenarca ou pubarca prematura, o aparecimento de pelos pubianos, axilares ou ambos, sem outros sinais de desenvolvimento de puberdade) em pessoas com acne na área de zona T. Além disso, o grau de acne comedonal em meninas pré-púberes se correlaciona com os níveis circulantes do sulfato de dehidroepiandrosterona adrenal de andrógenos (DHEA-S). Além disso, receptores de hormônios andrógenos estão presentes em glândulas sebáceas; indivíduos com mau funcionamento receptores androgênicos não desenvolvem acne. O excesso de sebo é outro fator chave no desenvolvimento da acne vulgaris. 
A produção de sebo e excreção é regulada por uma série de diferentes hormônios e mediadores. Em particular, hormônios andrógenos promovem a produção de sebo e soltam este sebo. Ainda assim, a maioria dos homens e mulheres com acne tem níveis normais de circulação de hormônios andrógenos. Uma hiper-reatividade de órgãos estimulados por hormônios andrógenos tem sido aventada. Os hormônios andrógenos não são apenas os reguladores das glândulas sebáceas humanas. Inúmeros outros agentes, incluindo o hormônio do crescimento e fator de crescimento semelhante à insulina (IGF-1), também regulam as glândulas sebáceas e podem contribuir para o desenvolvimento da acne. O Propionibacterium acnes é um organismo anaeróbico presente nas lesões da acne. A presença de Propionibacterium acnes promove a inflamação através de uma variedade de mecanismos. O Propionibacterium acnes estimula a inflamação através da produção de mediadores pró-inflamatórios que se difundem através da parede do folículo. Hipersensibilidade a Propionibacterium acnes também pode explicar porque alguns indivíduos desenvolvem acne vulgar inflamatória, enquanto outros não. A inflamação pode ser um fenômeno primário ou um fenômeno secundário. A maioria das evidências até o momento sugere uma resposta inflamatória secundária ao Propionibacterium acnes.

AUTORES PROSPECTIVOS

Dr. João Santos Caio Jr
Endocrinologia – Neuroendocrinologista
CRM 20611

Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930


Como Saber Mais:
1. A acne é uma doença freqüente, autolimitada, multifatorial, que acomete os folículos sebáceos e geralmente se inicia na adolescência...
http://acnecia.blogspot.com

2. Similar a outras condições genéticas, nem todas as famílias terão o mesmo padrão, com acne vulgar, por vezes, chega a pular gerações...
http://acnecia.blogspot.com

3. A produção de sebo e excreção é regulada por uma série de diferentes hormônios e mediadores, em particular, hormônios andrógenos promovem a produção de sebo e soltam este sebo...
http://ovariopolistico.blogspot.com/ 


AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS E REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.


Referências Bibliográficas:
James Fulton Jr, MD, PhD Centro de Dermatologia Cosmética; Consultor, Vivant Pharmaceuticals, LLC James Fulton Jr, MD, PhD, é membro das seguintes sociedades médicas: Academia Americana de Cirurgia Plástica, Academia Americana de Dermatologia, da Sociedade Americana para Medicina a Laser e Cirurgia, Fundação de Dermatologia, Sociedade Internacional de cirurgiões Cosméticos a Laser e Skin Cancer Foundation. Alexa F Boer Kimball, MD, MPH Professor Associado de Dermatologia, Harvard University School of Medicine, Vice-Presidente do Departamento de Dermatologia, Hospital Geral de Massachusetts; Diretor da Unidade Clínica de Pesquisa em Estudos da Pele (CURTIS), Departamento de Dermatologia, Hospital Geral de Massachusetts Alexa F Boer Kimball, MD, MPH é membro das seguintes sociedades médicas: Alpha Omega Alpha, Academia americana de Dermatologia, da Sociedade de Dermatologia Investigativa. David F Butler, MD Professor de Dermatologia, Texas A & M University College of Medicine, Chefe do Departamento de Dermatologia, Diretor do Programa de Formação, Dermatologia Residency, Scott and White Clinic, Northside Clínica David F Butler, MD é um membro das seguintes sociedades médicas: Alpha Omega Alpha, Academia Americana de Dermatologia, Associação Médica Americana , da sociedade Americana de Cirurgia Dermatológica, Sociedade Americana de Cirurgia MOHS, Associação dos Militares Dermatologistas, e Phi Beta Kappa.Jeffrey Meffert, MD Professor Assistente Clínica de Dermatologia da Universidade do Texas School of Medicine, em San Antonio Jeffrey Meffert, MD é um membro das seguintes sociedades médicas: Academia Americana de dermatologia, Associação Médica Americana, Associação de Dermatologistas Militar e da Sociedade de Dermatologia Texas. Joel M Gelfand, MD, MSCE Diretor Médico da Unidade de Estudos Clínicos, Professor Assistente do Departamento de Scholar, Dermatologia Associado, Núcleo de Epidemiologia Clínica e Bioestatística da Universidade da Pensilvânia, Joel M Gelfand, MD, MSCE é membro das seguintes sociedades médicas: Society for investigative Dermatology ; AMGEN Grant / pesquisa Investigador fundos; Genentech Grant / investigador fundos de pesquisa; Centocor Consulting taxa Consulting; Abbott Grant / pesquisa investigador fundos; Abbott Consulting taxa Consulting; Novartis investigador; Pfizer Grant / fundos de pesquisa investigador; Consulting Celgene taxa Chair DMC; NIAMS e NHLBI Grant .







Contato:
Fones: 55 (11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55 (11) 7717-1257
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraíso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/

http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br


Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17



2 de junho de 2011

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: A ACNE NO ADOLESCENTE DEVE SER TRATADA O QUANTO ANTES,


PORQUE ELAS (AS ACNES) DEIXAM CICATRIZES PSICOLÓGICAS MUITO MAIS PROFUNDAS DO QUE AS QUE SE FORMAM NA PELE.


A acne é um flagelo da adolescência, e novas revisões confirmam que, para alguns adolescentes, a acne pode aumentar a ansiedade, a depressão e outros problemas emocionais e psicológicos. A auto-estima e qualidade de vida também podem sofrer prejuízo com a acne. A depressão é muito comum entre os adolescentes e a acne pode contribuir para se agravar ainda mais. Para se efetuar esta nova avaliação foram usados 5 termos muito comuns entre os adolescentes que têm acne, e estes termos levantados foram: acne, adolescentes, psicológicos, depressão e psiquiátrica. Foi avaliado o efeito da acne na qualidade de vida, na auto-estima, na personalidade, no humor e nos distúrbios psicológicos.No ensino médio, se encontrou uma correlação direta entre o subjetivo, mas não o objetivo, a gravidade da acne, sintomas de ansiedade, depressão e baixa auto-estima. De um modo geral, adolescentes relataram que a acne afetou sua vida diária, e o efeito variou de acordo com a gravidade da acne. A percepção da gravidade da acne interferiu fortemente nas relações com amigos ou outras pessoas afins, com sentimentos de raiva, tristeza, ansiedade e vergonha. Nessa avaliação, o percentual de adolescentes com acne, que se sentiu solitário ou ansioso foi maior ou igual à de pacientes com doenças mais graves, como diabetes, câncer, epilepsia, distúrbios psiquiátricos e fibrose cística. O impacto da acne na psicologia do adolescente é muito grande e foi associada com um aumento na freqüência de pensamentos suicidas e ações. A interferência na psicologia do adolescente se manteve para sintomas depressivos e de ansiedade. Em certas regiões se observou que a taxa de depressão entre adolescentes com acne, que foi de 3 a 4 vezes maior que da população em geral.
Algumas substâncias utilizadas no tratamento da acne severa ou recalcitrante, segundo alguns cientistas, ela pode provocar a depressão e até ao comportamento suicida, que desaparece com a suspensão da medicação, mas não comprovaram o comportamento suicida. A maioria dos cientistas atribui o comportamento suicida à acne severa e não ao tratamento. Na maioria das vezes quando o adolescente se submete ao tratamento de acne, ele se sente menos ansioso e menos depressivo, uma vez que já está tomando uma atitude para melhorá-la. É importante considerar a presença de distúrbios psicológicos quando se pensar em fazer tratamento para acne, porque vai melhorar a psicologia do adolescente. Quando se trata a acne com uma determinada substância, a cada consulta deve-se questionar sobre a depressão. Futuras avaliações prospectivas podem ajudar a definir mais claramente os efeitos psicológicos da acne nos pacientes e suas famílias e determinar se a terapia anti-acne será bem sucedida em melhorar esses parâmetros. O comportamento psicológico já é difícil e se ele tiver acne ficará pior ainda, portanto é muito importante tratá-la assim que começar a aumentar.

AUTORES PROSPECTIVOS


Dr. João Santos Caio Jr 

Endocrinologia – Neuroendocrinologista 
CRM 20611


Dra. Henriqueta V. Caio 

Endocrinologista – Medicina Interna 

CRM 28930


Como Saber Mais:
1. A acne é um flagelo da adolescência, e novas revisões confirmam que, para alguns adolescentes, a acne pode aumentar a ansiedade, a depressão e outros problemas emocionais e psicológicos...
http://nutricaocontrolada.blogspot.com


2. No ensino médio, se encontrou uma correlação direta entre o subjetivo, mas não o objetivo, a gravidade da acne, sintomas de ansiedade, depressão e baixa auto-estima...
http://acnecia.blogspot.com

3. Em certas regiões se observou que a taxa de depressão entre adolescentes com acne, que foi de 3 a 4 vezes maior que da população em geral...
http://ovariopolistico.blogspot.com

AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS E REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.



Referências Bibliográficas:
Steven R. Feldman, MD, PhD, do Centro de Dermatologia Investigação, Wake Forest University Baptist Medical Center, em Winston-Salem , Carolina do Norte; British Medical Journal; Journal of Investigative Dermatology; Mar 17, 2011 - Dermatol Online J.







Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br


Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17 




ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: AVALIANDO-SE O EFEITO DO CHOCOLATE FEITO COM 100% DE CACAU


EM HOMENS SAUDÁVEIS COM HISTÓRIA DE ACNE VERIFICOU-SE QUE PODE HAVER UMA PIORA DA ACNE COM A INGESTA DE CHOCOLATE.


Más notícias para os homens amantes de chocolate que se mostram propensos à acne. Foi feita uma avaliação e verificou-se que o consumo de chocolate puro pode exacerbar a acne facial no intervalo de alguns dias, nas pessoas que têm uma história de acne. Esta descoberta contraria os resultados de avaliações anteriores que relataram não haver ligação entre o chocolate e o aparecimento (eclosão) de novas acnes. Nas avaliações que foram fundamentais para as observações de que a dieta e a acne estão inter-relacionadas, verificou-se manifestações de acne após o consumo de chocolate, que contém outros ingredientes como leite, açúcar e nozes. Não foram encontradas na literatura anterior descrições sobre os efeitos do chocolate puro, feito 100% de cacau, como fator desencadeante para a acne por isso verificou que efeito o chocolate puro pode ter sobre a exacerbação da acne.  Avaliaram-se homens saudáveis ​​de 18 a 35 anos de idade, com história de acne facial. Os indivíduos apresentavam pelo menos uma acne, mas não mais do que quatro acnes faciais, ou seja, lesões acneiformes (comedões e pápulas sem pústulas, nódulos ou cistos) no início da avaliação, e não foram autorizados a usar qualquer medicação para as acnes, nem substâncias de aplicação sobre as lesões. A avaliação foi limitada aos homens, para que não houvesse influência das oscilações hormonais que ocorrem durante o ciclo menstrual feminino, e interferissem nesta avaliação. Os participantes consumiram 186g. de chocolate puro, feito 100% de cacau, junto com um copo de água e eles foram orientados a manter a sua dieta habitual por uma semana. A contagem das lesões foi avaliada no início, no 4º e no 7º dias após o início da avaliação. Foi encontrado um aumento estatisticamente significativo do número médio do total de lesões acneiformes (comedões, pápulas e pústulas) no 4º dia e no 7º dias, comparado com os valores iniciais. Houve também uma tendência de aumento no número médio de comedões não inflamatório no 4º e no 7º dias. 
Não houve diferença significativa no número de lesões inflamatórias (pápulas e pústulas) em qualquer momento. A avaliação encontrou uma forte correlação entre a quantidade de chocolate que foi consumido e a quantidade de lesões acneiformes que se desenvolveram no 4º e no dia 7º dias. Os indivíduos também relataram dor de cabeça, desconforto, náuseas, vômitos e diarréia. Os resultados desta avaliação mostram que o chocolate 100% de cacau agrava as acnes em pessoas que são propensas a ela. Há um mecanismo possível aqui, há teobromina no chocolate e não se tem idéia se a teobromina pode ser responsável pelo agravamento da acne, uma vez que as queixas ocorrem mais com uma determinada marca do que com outras. Com tudo isso está cada vez mais perto de descobrirmos como a dieta afeta a acne


AUTORES PROSPECTIVOS

Dr. João Santos Caio Jr 
Endocrinologia – Neuroendocrinologista 
CRM 20611


Dra. Henriqueta V. Caio 
Endocrinologista – Medicina Interna 
CRM 28930 

Como Saber Mais:
1. Más notícias para os homens amantes de chocolate que se mostram propensos à acne...
http://nutricaocontrolada.blogspot.com

2. Nas avaliações que foram fundamentais para as observações de que a dieta e a acne estão inter-relacionadas, verificou-se manifestações de acne após o consumo de chocolate...
http://acnecia.blogspot.com

3. Foi encontrado um aumento estatisticamente significativo do número médio do total de lesões acneiformes (comedões, pápulas e pústulas) no 4º dia e no 7º dias, comparado com os valores iniciais... 

http://ovariopolicistico.blogspot.com


AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO 
DOS AUTORES PROSPECTIVOS E REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.


Referências Bibliográficas:
Samantha Block, um estudante de medicina na Universidade de Miami Miller School of Medicine, na Flórida, que falou aqui na Academia Americana de Dermatologia 69 Reunião Anual; Ms. Block, Dr. Danby, e o Dr. Keri; FW (Bill) Danby, MD, Dermatologista em Manchester, New Hampshire; Jonette Keri, MD, da University of Miami Miller School of Medicine. 








Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com


Site Clinicas Caio

http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/


Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br


Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17



Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Unported License.

31 de maio de 2011

ENDOCRINOLOGIA - NEUROENDOCRINOLOGIA: ACNE, CRAVOS E ESPINHAS, A ACNE É UMA DOENÇA DE PREDISPOSIÇÃO GENÉTICA CUJAS MANIFESTAÇÕES DEPENDEM DA PRESENÇA DOS HORMÔNIOS SEXUAIS.


OS HORMÔNIOS  SEXUAIS, PRINCIPALMENTE A TESTOSTERONA, ESTIMULAM UMA BACTÉRIA QUE VIVE NA GLÂNDULA SEBÁCEA (CORINUM BACTERIE ACNE),  PROPIONIBACTERIUM ACNES, ESTIMULANDO A OLEOSIDADE E IRRITANDO COM SEUS DETRITOS O FOLÍCULO PILOSO. SUA PASSAGEM QUANDO INFECTADA SECUNDARIAMENTE POR OUTRAS BACTÉRIAS OPORTUNISTAS DEIXAM CICATRIZES DESAGRADÁVEIS EM QUALQUER IDADE.


A acne é uma doença de predisposição genética cujas manifestações dependem da presença dos hormônios sexuais. Devido a isso, as lesões começam a surgir na puberdade, entretanto é relativamente frequente o aparecimento  de acne inclusive em recém nascidos embora realmente é mais frequente o aparecimento na época em que estes hormônios começam a ser produzidos pelo organismo, atingindo a maioria dos jovens de ambos os sexos. 

Mas a acne não ocorre somente em recém nascidos, jovens, adolescentes; é bem frequente o aparecimento em adultos e pessoas maduras mesmo que na menopausa e nesses casos é mais frequentes em mulheres. As manifestações da doença (cravos e espinhas) ocorrem devido ao aumento da secreção sebácea associada ao estreitamento e obstrução da abertura do folículo pilosebáceo, dando origem aos comedões abertos (cravos pretos) e fechados (cravos brancos). Estas condições favorecem a proliferação de microrganismos que provocam a inflamação característica das espinhas, sendo o Propionibacterium acnes o agente infeccioso mais comumente envolvido. A doença manifesta-se principalmente na face e no tronco, áreas do corpo ricas em glândulas sebáceas. Os sintomas variam de pessoa para pessoa, sendo, na maioria da vezes de pequena e média intensidade.
Em alguns casos, o quadro pode tornar-se muito intenso, como a acne conglobata (lesões císticas grandes, inflamatórias, que se intercomunicam por sob a pele) e o acne queloideano (deixa cicatrizes queloideanas após o desaparecimento da inflamação). O quadro clínico pode ser dividido em quatro estágios: Acne Grau I: apenas cravos, sem lesões inflamatórias (espinhas).
Acne Grau II: cravos e "espinhas" pequenas, como pequenas lesões inflamadas e pontos amarelos de pus (pústulas).
Acne Grau III: cravos, "espinhas" pequenas e lesões maiores, mais profundas, dolorosas, avermelhadas e bem inflamadas (cistos).
Acne Grau IV: cravos, "espinhas" pequenas e grandes lesões císticas, comunicantes (acne conglobata), com muita inflamação e aspecto desfigurante. A acne, conforme o tipo das lesões, pode causar cicatrizes em alguns casos, e é esta a sua unica consequência visível a longo prazo. Suas conseqüências mais preocupantes são, na verdade as psicológicas. Ocorre, conforme o grau, grande redução da auto-estima, vergonha de sair de casa e depressão. O pior é que a acne geralmente aparece na adolescência com mais frequência, quando as pessoas tendem a ser mais inseguras socialmente. Alvos, em alguns casos, de discriminação, bullying, as pessoas acometidas pela doença em elevado grau buscam, em vários casos, o isolamento social. 
A acne atinge a vida social do indivíduo profundamente, pois é justamente na fase da adolescência em que se desenvolvem as relações sociais e o amadurecimento emocional e psicológico. Por esses motivos, é aconselhável, além do tratamento físico, o acompanhamento psicológico do paciente, para que saiba lidar com a doença e não se afaste do meio social. Entretanto não necessita entrar em panico, desde que corrijam os problemas que a desencadiam, atendencia é melhorar sensivelmente, inclusive a estética.

AUTORES PROSPECTIVOS

Dr. João Santos Caio Jr
Endocrinologia – Neuroendocrinologista
CRM 20611

Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930

Como Saber Mais:
1.A acne é uma doença com componentes genéticos e hormonais...
http://drcaiojr.site.med.br/index.asp?PageName=Acne

2. Existe variação quanto ao tipo de acne ou grau do recem nascido até ao adulto...
http://drcaiojr.site.med.br/index.asp?PageName=Acne

3. As alterações de hormônios na Menopausa e Climatério pode levar ao aparecimento da acne...
http://climateriocontrolado.blogspot.com/ 
http://reposicaohormonal2.blogspot.com/

AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS E REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.


Referências Bibliográficas:
1.Academia Americana de Dermatologia. Milhões de mulheres
Diante acne adulta. Comunicado de imprensa emitido 30 de julho de 2004.
2.Draelos, ZD. Os tratamentos da acne em mulheres adultas.
Apresentado durante um fórum (FRM 511) no Verão
Academia Meeting da Academia Americana de
Dermatologia, agosto de 2007; Nova York.






Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com



Google Maps:

7 de janeiro de 2011

ENDOCRINOLOGIA - NEUROENDOCRINOLOGIA: A ACNE COMPROMETE DIVERSAS FASES DA VIDA DAS PESSOAS ,


NÃO ESCOLHE SEXO, ALEM DE CHEGAR ATÉ A SÍNDROME DE CLIMATÉRIO E MENOPAUSA, ALÉM DE EXISTIR UMA COINCIDÊNCIA FAMILIAR. PODER ACONTECER EM RECÉM-NASCIDOS, INFANTIL, JUVENIL, ADOLESCENTES, ADULTOS, MULHERES EM CLIMATÉRIO OU MENOPAUSA.


As pessoas podem apresentar diversos tipos de acnes, dependendo da evolução infantil até a fase de climatério e menopausa
O que acontece dentro da obstrução dos poros determina a 
tipo de acne que vemos. 


Um cravo aparece quando óleo (sebo) e células mortas da pele 
obstruir os poros. Enquanto o poro é obstruído, a sua superfície permanece em aberto. Isto permite-nos olhar para o poro e ver a cor preta. Seu especialista pode chamar um cravo um "comedão aberto "(co-me-massa). 
A forma apresenta a cabeça esbranquiçada pelo óleo( Whitehead) quando a pele do excesso de óleo esta morta, células obstrutivas cilíndricas envolta dos poros impede a abertura dos poros.
Porque o poro fechado, os especialistas chamam este tipo de acne pelo nome de comedão fechado. As substâncias que irritam o folículo piloso tem origem dentro da glândula sebácea, que em geral pelo aumento de hormônios, principalmente os sexuais que chegam pela arteríola de entrada do sangue dentro do folículo, que agitando o corinum bacterie acnae, faz com que ele produza maior quantidade de detritos, que por sua vez é acida, portanto irritando e descamando as células cilíndricas em volta do folículo, o que da o aspecto de cravo ou comedão. Nunca se esqueça que a acne pode aparecer desde o recém nascido, infantil, juvenil, adolescentes, adultos, mulheres em climatério ou menopausa, depende de diversos fatores, principalmente hormonais no decorrer da vida.

AUTORES PROSPECTIVOS

Dr. João Santos Caio Jr
Endocrinologia – Neuroendocrinologista
CRM 20611

Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930


Como Saber Mais:
1.A acne é uma doença genética...
http://drcaiojr.site.med.br/index.asp?PageName=Acne

2. Existe variação quanto ao tipo de acne ou grau...
http://drcaiojr.site.med.br/index.asp?PageName=Acne


3. As alterações de hormônios na Menopausa e Climatério pode levar a mais algum tipo de doença...

http://climateriocontrolado.blogspot.com/ e http://reposicaohormonal2.blogspot.com/

AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS E REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.


Referências Bibliográficas:
1.Academia Americana de Dermatologia. Milhões de mulheres
Diante acne adulta. Comunicado de imprensa emitido 30 de julho de 2004.
2.Draelos, ZD. Os tratamentos da acne em mulheres adultas.
Apresentado durante um fórum (FRM 511) no Verão
Academia Meeting da Academia Americana de
Dermatologia, agosto de 2007; Nova York.








Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257 

ID:111*101625
Rua: Estela 515 – Bloco D -12ºandar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br


Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Unported License.

3 de dezembro de 2010

ENDOCRINOLOGIA - NEUROENDOCRINOLOGIA: ACNE, ESPINHAS – MITO,


SUA PELE ESTA MOSTRANDO ALGUMA DESORGANIZAÇÃO INTERNA, POIS A ACNE É UMA ALTERAÇÃO DE HORMÔNIOS E NÃO UMA ALTERAÇÃO EXTERNA COMO A MAIORIA POSSA PENSAR, SÍNDROME DE OVÁRIO POLICÍSTICO, SÍNDROME DE OVÁRIO MICROCÍSTICO, ALTERAÇÃO DA TESTOSTERONA E SEUS DERIVADOS, PODENDO LEVAR A ATÉ OBESIDADE DESCONTROLADA OU CONTROLADA.


MITO 
 A acne é uma doença que aparece na pele e como a pele é o espelho do organismo, isto significa que seu organismo não vai bem, É CLARO QUE EXISTEM DIVERSOS tipos de acne, em sua desorganização como organismo, entretanto, a mais comum é a presença da acne vulgaris, que aparece na fase de recém – nascido , até a fase de menopausa , e pode estar ligada a uma bactéria especifica chamada Corinum Bacterie Acne, que vive normalmente em todos os seres humanos em um local, denominado glândula sebácea onde fica o folículo piloso e que caso não seja incomodada por Hormônios esteroides, produzidos pelo próprio organismo ou ingerido sem orientação, nada irá ocorrer, é lógico, se tais hormônios estiverem dentro de padrões de normalidade, entretanto é mais freqüente na fase pré puberdade onde existem acomodações naturais de todos os hormônios, podendo continuar até a idade adulta. Portanto, neste caso deve procurar ajuda de um endocrinologista. Ela pode afetar a forma como a pessoa se enxerga, devido ao seu aparecimento freqüente e as complicações que podem gerar, como infecções, cicatrizes, etc. Portanto, é uma doença que tem cura, geralmente esta ligada a síndrome de ovários micro e policístico e testosterona e nem sempre é visível ao ultra - som de forma muito clara, mas a dosagem dos hormônios irão revela-las.

AUTORES PROSPECTIVOS

Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologista – Neuroendocrinologista
CRM:20630

Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM:28930

Como Saber Mais:
1. Síndrome de ovário policístico pode causar Acne...
 http://ovariopolicistico.blogspot.com

2. Acne pode ser uma doença hormonal...                   http://tensaopremenstrual.blogsopt.com


3. TPM pode estar ligada à síndrome de ovário policístico...                  http://drcaiojr.site.med.br
      
Referências Bibliográficas:
Endocrinology, prof. Schwartz and Ryan
Dr Sober and Fitzpatrick.






Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404ou 6197-0305
Nextel: 55 (11) 7717-1257 

ID:111*101625
Rua: Estela 515 – Bloco D -12ºandar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br



Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Unported License.